Untitled Document
Untitled Document
Portuguese English

A situação ambiental dos rios frente à atividade de carcinicultura foi tema da dissertação da bióloga do Itep Clara Alvino, defendida no Mestrado em Tecnologia Ambiental do Itep no último dia 09 de junho. O trabalhou observou as questões ambientais relacionadas ao cultivo de camarão em viveiros, com foco na qualidade da água e sedimentos do estuário bem como dos efluentes e sedimentos dos viveiros. A pesquisa teve com o objeto de estudo uma fazenda localizada próxima ao estuário do rio Formoso, no litoral sul pernambucano, que capta água do rio para o cultivo de camarão e posteriormente lança no corpo hídrico os efluentes gerados. 

“Sistemas fluviais estão entre os ambientes naturais mais impactados pelas atividades antrópicas. O objetivo do trabalho foi determinar as variações na concentração dos metais-traço chumbo, cobre e zinco no sedimento dos viveiros e estuário adjacente”, explica a bióloga. O estudo também verificou parâmetros físico-químicos de qualidade da água, como oxigênio dissolvido, pH, demanda bioquímica de oxigênio (DBO) e salinidade. “Os resultados estiveram dentro dos limites exigidos pela legislação. Estes dados certamente auxiliarão no monitoramento da área de estuário”, afirma Clara.

Atuando no Laboratório de Tecnologia Ambiental do Itep (Labtam), a bióloga aponta que o Mestrado contribuirá para a melhoria das soluções desenvolvidas no setor. “O Mestrado agregou qualificação no segmento de Tecnologia Ambiental, com a realização de práticas semelhantes ao trabalho que já desenvolvo no Itep. Tive a oportunidade de ampliar meus conhecimentos teóricos e também realizamos muitas atividades práticas. Esta aprendizagem com certeza irá complementar o trabalho que desempenho no Itep”, ressalta.

 

© 2017 ITEP | Todos os direitos reservados
Untitled Document